Cinco peças de roupa essenciais do guarda roupa masculino
Aguarde...

Cinco peças essenciais do guarda roupa masculino

Vá pelo básico, mas não deixe acrescentar uma certa dose de ousadia

 

Na dúvida, vá pelo básico. Essa parece ser a regra de ouro na hora de o homem se vestir. De fato, é uma dica valiosa. O que não significa, no entanto, que para esse “básico” funcionar você não precise fazer as escolhas certas: tecidos que combinem com o clima, gravatas com uma estrutura adequada ao seu corpo etc. Do escritório ao programa de final de semana, passando por um jantar especial ou mesmo uma ocasião mais formal, aqui estão cinco peças essenciais para todo guarda roupa masculino:

 

1)    Uma boa jaqueta jeans

 Sim, elas são eternas como as calças de mesmo tecido. Opte por uma lavagem que fuja tanto do radicalmente claro quanto do muito escuro – isso aumenta a chance de você poder usá-la com um jeans black, por exemplo. Vale também evitar os modelos “surrados” (como aqueles propositalmente rasgados). A regra é quanto mais básico, mais coringa.

 

              Os sapatos, em sentido horário : Bota Magre,  Bota Astana

 

2)    Terno em tons escuros, camisa branca e gravata preta
Para uma ocasião formal, aposte na tradição. Esse trio é um chique universal. Você não vai errar se escolher um terno bem cortado (feito sob medida, se possível) preto ou azul escuro. Some ao conjunto a camisa branca e uma gravata preta.

 

               

 

3)    Cores e texturas
Cinto e sapato não precisam combinar. Que tal variar e escolher diferentes tons de marrom (procurando deixar os mais claros para o cinto)? Para os perfis mais descontraídos, misturar padrões também pode ser uma forma elegante de fugir do convencional. Nesse caso, é só tomar cuidado para alinhar os plantes certos: xadrez com xadrez, por exemplo, aponta para o novo sem te fazer correr grandes riscos.

                

Os sapatos: Oxford melrose marinho e Derby Bethel Conhaque  
Os cintos: clique aqui

 

4)    Terno claro    
Experimente incluir um terno de algodão cáqui no guarda-roupa. Essa dica é valiosa sobretudo para climas quentes como o nosso. O algodão é um tecido que “respira” – e isso faz toda a diferença na hora de estar bem vestido sem sofrimento – e o cáqui é das cores que mais conseguem serem clássicas e leves ao mesmo tempo. Funciona para ambientes de trabalho menos formais e para qualquer ocasião social descontraída.

 

                  

Os sapatos, a partir do alto: Loafer Matteo , Brogue Edward Whisky, Bota Bear 

 

5)    Sempre respeite a gravata

A simples presença (muitas vezes obrigatória) do acessório não garante a sofisticação. Além da cor e dos padrões, que devem combinar com o terno e a camisa, a largura e o comprimento também merecem atenção. Para os homens mais cheios, é sempre recomendável os modelos com nó um pouco mais largo; para os mais magros, estão liberadas as mais fininhas. Sobre o comprimento, deixá-la sempre na altura do cinto evita o efeito “peguei emprestado de última hora”.